Educar para Ser: A Educação para a Cidadania nas obras A Que Sabe a Lua? e O Nabo Gigante

Autores

  • Vânia Pereira

Palavras-chave:

educação para a cidadania, literatura infanto-juvenil, A que sabe a Lua?, O nabo gigante

Resumo

A literatura para crianças e jovens pode cumprir, de uma forma lúdica, e/ou até humoristica, a função de educação para a cidadania, transmitindo valores sociais e pessoais ao público infantil e juvenil, e auxiliando a um futuro exercício de plena cidadania. Através da análise das obras literárias A que sabe a Lua? e O Nabo Gigante, de Michael Grejniec e de Alexis Tolstoi, respetivamente, explora-se o diálogo intersemiótico entre os códigos pictórico e verbal, e procura-se trazer à consciência o jogo de sentidos e de símbolos que surgem da articulação e do diálogo entre texto-linguístico e texto-icónico. Conclui-se que estas obras encerram, na sua narrativa, valores de cooperação, solidariedade e entreajuda, e podem constituir uma excelente ferramenta de promoção, no público infantil, de competências de relacionamento com o outro. Ainda mais, por destacarem como heróis, fi guras fi sicamente mais “frágeis”, podem ajudar a criança a valorizar, e a percecionar como herói até a fi gura que, por fora, menos o aparenta ser.

Downloads

Publicado

01-06-2013

Como Citar

Pereira, V. (2013). Educar para Ser: A Educação para a Cidadania nas obras A Que Sabe a Lua? e O Nabo Gigante. Revista Aprender, (33), 80–89. Obtido de http://aprender.esep.pt/index.php/aprender/article/view/96