Alentejo em rede: as redes sociais nas autarquias

  • Joana Mouquinho Penderlico
Palavras-chave: Redes sociais, Autarquias, Web 2.0, Comunicação Municipal, Comunicação Online

Resumo

O mundo social está em constante mudança. As cartas e as chamadas em telefones fixos, públicos ou privados, deram lugar aos emails, às chamadas ou mensagens em telemóveis e, recentemente, às mensagens através de uma rede social. As chamadas já não são apenas de voz, mas também de vídeo e a custo zero. A Internet e as redes sociais vieram alterar a forma como as pessoas vivem, convivem, comunicam e até mesmo formas de pensamento.
Com a Internet surgiu a Web 2.0 e, com esta, as redes sociais. Na atualidade são sobretudo estas últimas que movem o mundo e aproximam as pessoas.
O presente trabalho pretende demonstrar exatamente esta realidade, com enfoque para a forma como as autarquias conseguem efetuar um trabalho de proximidade através das redes sociais, fazendo um levantamento das autarquias do Alentejo e das redes sociais que estas utilizam.
As Câmaras Municipais aqui retratadas são as do distrito de Beja, Évora, Portalegre e os quatro municípios de Setúbal pertencentes ao Alentejo: Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines. Foi feita uma observação de todos os municípios do Alentejo sobre as redes sociais que utilizam e como é feita esta utilização, tendo em conta alguns indicadores como a periodicidade ou a frequência, por exemplo.

Publicado
01-10-2019
Como Citar
Penderlico, J. (2019). Alentejo em rede: as redes sociais nas autarquias. Revista Aprender, (39), 64-77. Obtido de http://aprender.esep.pt/index.php/aprender/article/view/66
Secção
Artigos