Repensar a prática profissional dos Assistentes sociais em contexto escolar: impactos da COVID 19

Autores

  • Tatiane Valduga
  • Joana Brinca
  • Elisete Diogo
  • Isabel Muñoz

Palavras-chave:

Serviço Social na Escola, Práticas Profissionais, Pandemia

Resumo

A transversalidade conjuntural das consequências imprevisíveis emanadas pela emergência da pandemia inscreve‐se em dimensões materiais, socioeconómicas, físicas e psicológicas. No domínio académico e profissional, as implicações refletem‐se, com especial incidência em alunos, famílias e em dinâmicas profissionais transformadas. Intentando identificar as práticas profissionais dos assistentes sociais integrados em contextos escolares e as repercussões da crise sanitária, recorre‐se à aplicação de um inquérito por questionário. Os resultados apresentam significativos constrangimentos no quadro das imposições dirigidas ao meio escolar, nomeadamente os desafios da transferência e adaptação ao teletrabalho e ao ensino à distância, e a insuficiência de respostas ajustadas às necessidades, de alunos e das suas famílias, emergentes e agudizadas neste período. Conclui‐se que este estudo não esgota o assunto, sugerindo‐se a realização de futuras reflexões e investigações no sentido de garantir atempadamente planos de contingência mais eficazes na observância dos direitos dos alunos e das suas famílias, mitigando os impactos negativos das crises. Sublinha‐se a centralidade do investimento na prevenção, traduzindo‐se num trabalho junto da comunidade, condutor do seu fortalecimento e sustentabilidade para possíveis contextos de emergência social.

Downloads

Publicado

26-05-2021

Como Citar

Valduga, T., Brinca, J., Diogo, E., & Muñoz, I. (2021). Repensar a prática profissional dos Assistentes sociais em contexto escolar: impactos da COVID 19. Revista Aprender, (41), 64–84. Obtido de http://aprender.esep.pt/index.php/aprender/article/view/135