Notas sobre a constituição, afirmação e singularidades da imprensa alentejana no século XIX

Autores

  • Adriana Mello Guimarães

Palavras-chave:

Jornalismo; Alentejo; O Distrito de Portalegre; O Distrito de Évora

Resumo

Neste trabalho pretendemos investigar como o jornalismo procurou constituir‐se e afirmar‐se no Alentejo. Partimos do princípio que a imprensa alentejana começou a consolidar‐se na segunda metade do século dezanove, após o triunfo do liberalismo, em 1820, e a garantia formal de liberdade de imprensa.
Estruturámos este estudo do seguinte modo: num primeiro momento debruçar‐nos‐emos sobre a importância da crónica e dos folhetins para narrar os acontecimentos diários nos jornais oitocentistas; num segundo momento daremos uma particular atenção aos jornais alentejanos.

Downloads

Publicado

01-12-2017

Como Citar

Guimarães, A. M. (2017). Notas sobre a constituição, afirmação e singularidades da imprensa alentejana no século XIX. Revista Aprender, (37), 20–34. Obtido de http://aprender.esep.pt/index.php/aprender/article/view/27