A criança, a ciência e o conhecimento do mundo

  • Fernando Rebola
  • Francisco Cid
Palavras-chave: educação pré‐escolar, educação em ciência; atividades de natureza científica; trabalho prático

Resumo

A realização e a discussão de atividades de natureza científica com ou por crianças de educação pré-escolar assenta em dois pressupostos: podemos realizar e discutir com as crianças essas atividades; devemos, temos a obrigação de realizar e discutir com elas essas atividades.

A possibilidade de realizar atividades de natureza científica com estas crianças advém do facto de elas serem curiosas, quererem compreender o mundo que as rodeia e mostrarem uma elevada plasticidade cerebral, ou seja, a capacidade do cérebro para mudar, em resposta a estímulos ambientais.

À pergunta: como realizar atividades de natureza científica com crianças? A resposta assertiva é: através da realização de trabalho prático, preparado de acordo com a perspetiva construtivista da aprendizagem.

Na base deste texto esteve a realização de trabalhos práticos, em sala de jardim‐de‐infância e subordinados aos temas “germinação e crescimento de plantas” e “luz e sombra”, os quais se enquadram nas Orientações Curriculares para a Educação Pré‐Escolar, relativamente às Ciências Naturais na Área do Conhecimento do Mundo. Estes trabalhos permitiram mostrar que a realização de atividades de natureza científica pode ajudar a criança que frequenta a educação pré‐escolar a compreender melhor o mundo que a rodeia, além de lhe permitir desenvolver diversas competências, fundamentais para a sua vida, mas que também são próprias da atividade científica.

Publicado
01-06-2018
Como Citar
Rebola, F., & Cid, F. (2018). A criança, a ciência e o conhecimento do mundo. Revista Aprender, (38), 73-96. Obtido de http://aprender.esep.pt/index.php/aprender/article/view/21
Secção
Artigos